Com Maicon no CT, São Paulo começa a ser armar para a Copa

O São Paulo se reapresentou na manhã desta segunda-feira no CT da Barra Funda após a derrota de 3 a 0 para o Santos. A expectativa é toda sobre a definição da permanência do zagueiro Maicon. Apesar de o técnico Edgardo Bauza ter indicado que o defensor poderia viajar a Portugal ainda no domingo para tratar do assunto pessoalmente, ele treinou com os companheiros nesta manhã. O clube já diz que ele pode até não viajar. O jogador também falou isso, em contato rápido no CT.

- A vontade dele é ficar. Acredito que não depende muito dele. Depende mais do Porto. É uma decisão somente do Porto. Acredito que vai dar tudo certo, estamos confiantes. Caso não aconteça, temos jogadores à altura para substituir. E vamos em frente. Ele nos ajuda bastante e torcemos para ficar - afirmou o zagueiro Rodrigo Caio, em entrevista coletiva.

Sem saber se poderá contar com Maicon para as semifinais da Libertadores, já que o contrato do defensor vence na próxima quinta, o técnico Edgardo Bauza começou a preparar o time de olho na decisão. Desfalques no clássico contra o Santos, Wesley, Thiago Mendes, Ganso e Mena treinaram, mas ainda à parte do restante do grupo.

Bauza espera contar com eles no jogo de ida contra o Atlético Nacional (COL), no próximo dia 6, no Morumbi. Por isso, é possível que eles só voltem ao time no duelo pela Libertadores. O quarteto sofreu com problemas musculares e focarão na parte física para chegar 100% contra os colombianos. A situação mais complicada é do lateral-esquerdo Mena, que ainda não trabalhou com bola após sofrer uma lesão na coxa esquerda na Copa América. Sem ele, a seleção chilena acabou sendo bicampeã do torneio após derrotar novamente a Argentina nos pênaltis no último domingo.

Em outro campo, quem não enfrentou o Santos ou não participou de todo o duelo fez um trabalho técnico. Bauza forçou jogadas ofensivas pelas laterais. Três jogadores investiam pelos lados contra dois e precisavam fazer a bola chegar na área para a conclusão dos atacantes, quase sempre Alan Kardec ou Centurión. Bauza utilizará os próximos dias para fazer um time no Brasileiro e definir o substituto de Kelvin, lesionado, para a Libertadores.

Na próxima quarta-feira, contra o Fluminense, no Morumbi, ele vai mesclar titulares com reservas. A tendência é que Rodrigo Caio, Hudson e Carlinhos joguem. Recém-contratado, o peruano Cueva também deve estrear caso sua documentação seja regularizada. Lugano e Calleri estão suspensos. Já no próximo domingo, contra a Ponte Preta, em Campinas, o treinador já avisou que não colocará em campo nenhum titular. Resta saber se Maicon ainda será jogador do clube até lá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos