Mick Fanning disputará etapa do WCT em que foi atacado por tubarão

O ataque sofrido por um tubarão em plena final da etapa do WCT em Jeffreys Bay, na África do Sul, no ano passado, não deixou traumas no surfista australiano Mick Fanning. Nesta segunda-feira, os organizadores do Circuito Mundial confirmaram que o tricampeão mundial estará novamente na competição neste ano, entre os dias 6 e 17 de julho.

Em 2015, Fanning estava sentado em cima de sua prancha aguardando uma onda, na bateria decisiva contra o compatriota Julian Wilson, quando sofreu a investida do tubarão. O animal não conseguiu mordê-lo e ele não sofreu qualquer ferimento, mas as imagens chocaram o planeta. As câmeras captaram ao vivo o drama sofrido pelo australiano.

O ataque causou a suspensão da final, e a etapa ficou sem um campeão. Fanning e Wilson somaram a pontuação dada ao segundo colocado (8 mil). Para este ano, os organizadores aumentaram a segurança e acrescentaram mais patrulhas aquáticas, além de mais sonares que fornecem informações do mar.

- Quando eu decidi que faria apenas algumas etapas do WCT nesta temporada, Jefrreys Bay sempre esteve em minhas opções. Mesmo se eu decidisse não surfar pelo WCT, eu sempre voltaria lá. Tenho tantas boas lembranças lá, então ficar com aquele acontecimento de 2015 como a minha última memória não seria justo. Gostaria de voltar lá para corrigir o que houve e seguir em frente - falou Fanning, que já venceu três vezes a competição sul-africana, em 2002, 2006 e 2014.

Relembre abaixo o ataque do tubarão

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos