Revanche? Itália e Espanha reeditam decisão da última Eurocopa

  • Franck Fife/AFP Photo

    Espanha e Itália se enfrentam nesta segunda-feira (27)

    Espanha e Itália se enfrentam nesta segunda-feira (27)

Itália e Espanha farão nesta segunda-feira, às 13h (de Brasília), o duelo mais esperado das oitavas de final da Eurocopa. As seleções reeditarão a última final da competição, que acabou vencida pela Fúria por 4 a 0. O confronto não era para ter acontecido nesta fase. Mas a Espanha perdeu para a Croácia na última rodada da fase de grupos e acabou em segundo, caindo na rota da Itália.

As duas seleções chegaram nesta Eurocopa um pouco desacreditadas, principalmente pela fraca campanha na Copa do Mundo, quando caíram ainda na primeira fase. Para Vicente del Bosque, esta partida será mais complicada do que o duelo de 2012, em Kiev, na Ucrânia.

"Acho que aquele jogo estava condicionado por muitos fatores e o principal deles era que a Itália estava cansada. Eles não eram a real Itália, a Itália que eles são agora. Eu acho que eles estão muito melhores. Eles estavam realmente cansados naquela final e nós tiramos vantagem disso", disse.

Del Bosque afirmou ainda que os jogadores terão que tomar cuidado com a organização tática da seleção italiana.

"Eles têm uma maneira especial de jogar, muito efetiva. Nós temos de tomar cuidado com isso, temos de nos preocupar com a organização italiana. Não há muitas diferenças entre os dois times, vamos ver no campo quem se sai melhor."

A partida de hoje pode valer também como desempate. Segundo a Uefa, são dez vitórias para cada lado, com 15 empates. Para Antonio Conte, a Itália vai ficar em vantagem.

"Nada é impossível. Se não seria tudo simples, as previsões. Se não houvesse a situação ímpar, tiraria a beleza da vida. Temos que procurar trabalhar forte. Essa é a beleza da vida. Subverter prognósticos. Podemos fazer isso. Não seremos a vítima da Espanha. Eles têm que mostrar em campo que são melhores", comentou.

Contra a Espanha, Conte prometeu que não irá a campo apenas com o intuito de se defender.

"Se jogarmos com a razão, vamos perder. Amanhã, sabemos que o ordinário não basta. Temos que fazer o extraordinário. Estou convicto que esses rapazes são capazes de fazer isso. Tenho um grupo maravilhoso. Estão prontos para jogar as oitavas de final. Estou convicto que amanhã faremos o que for preciso."

Itália tem desfalque e Espanha está completa

Conte poupou alguns jogadores na derrota para a Irlanda por 1 a 0 e não poderá contar novamente com o meia Candreva. Bernadeschi é dúvida e pode nem ficar no banco de reservas.

A Espanha, por outro lado, tem todos os jogadores à disposição. O treinador Vicente del Bosque decidiu dar mais uma chance para o atacante Nolito, que é o titular mais contestado após os primeiros três jogos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos