Romênia demite técnico após eliminação na Euro; ídolo está cotado

O técnico Anghel Iordanescu foi demitido nesta segunda-feira pela Federação Romena de Futebol. Ele não resistiu após a sua seleção ficar em último no grupo A e ficar fora das oitavas de final. O nome mais cotado para o cargo é o de Gheorge Hagi, grande nome do futebol local.

Na Eurocopa, a Romênia teve um empate (1 a 1 com a Suíça) e duas derrotas (2 a 1 para a França e 1 a 0 para a Albânia). Iordanescu, que estava no comando da seleção desde 2014, sofreu muitas críticas da imprensa romena.

- Nós anunciaremos o novo treinador ao final da Eurocopa. Estamos procurando alguém com mais anos de experiência no mais alto nível, alguém que ganhou títulos e que está motivado a qualificar a Romênia à Copa do Mundo. Romeno ou estrangeiro, estamos abertos a ambos - disse Razvan Burleanu, presidente da Federação Romena.

Iordanescu ganhava o menor salário entre todos os treinadores que estavam na Eurocopa: 120 mil euros (R$ 460 mil) por ano, segundo a Finance Football.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos