Sede da AFA é evacuada por ameaça de bomba um dia após perda de título

Após a perda do título da Copa América Centenário nos pênaltis para o Chile, a sede da Associação do Futebol Argentino (AFA) foi evacuada no início da tarde desta segunda-feira por ameaça de bomba. A polícia chegou ao local com o esquadrão antibomba e ainda vai realizar uma vistoria nas instalações.

- Não falo, não falo. Por favor, sabem que eu sempre atendo vocês, mas agora não quero falar - disse o presidente da AFA, Luis Segura, aos jornalistas ao deixar o prédio da entidade.

Além do incidente, a segunda-feira será bem intensa na AFA. O dia será marcado pelo começo da intervenção de um conselho indicado pela Fifa na diretoria da entidade, que está mergulhada em crise. Na sexta-feira, a organização que comanda o futebol mundial emitiu um comunicado dizendo que o 'comitê se encarregará de administrar a atividade diária da AFA, revisar seus estatutos para adaptá-los à última versão dos estatutos modelo da Fifa e organizar eleições, a qual terá data limite de 30 de junho de 2017'.

A crise na AFA começou há dois anos, após a morte de Julio Grondona, que comandou a entidade por 35 anos. A organização argentina vem sofrendo investigação sobre irregularidades na gestão do dinheiro público recebido para ceder os direitos televisivos do futebol local. Com a decisão da Fifa, Luis Segura teria que deixar a presidência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos