Venda de Hulk para o futebol chinês pode render R$ 410 mil ao São Paulo

  • Color China Photo via AP

    São Paulo deve requerer 0,2% do valor da transferência como clube formador

    São Paulo deve requerer 0,2% do valor da transferência como clube formador

Enquanto abre os cofres para comprar Maicon junto ao Porto (POR) por quase R$ 22 milhões, o São Paulo deve receber em breve uma pequena ajuda de caixa. Graças aos mecanismos de solidariedade previstos pela Fifa, o clube alega ter direito a 0,2% do dinheiro da venda do atacante Hulk, ex-Zenit (RUS) ao Shanghai SIPG (CHN), concretizada nesta quarta-feira.

A transação causou impacto no mercado da bola e é estimada em 55 milhões de euros (aproximadamente R$ 207 milhões). Diante desses valores, o São Paulo espera receber 110 mil euros, que representam cerca de R$ 410 mil. O Serrano, clube da segunda divisão da Paraíba, onde Hulk nasceu, também deve receber uma quantia referente à venda ao clube chinês.

Caso o São Paulo consiga exercer seu direito de clube formador - recebeu o atacante, então com 16 anos, por alguns meses em 2002 -, será a segunda transferência do astro que renderá dinheiro à equipe. Em 2012, quando o Zenit pagou 40 milhões de euros (na cotação da época, R$ 120 milhões) ao Porto, os paulistas ficaram com R$ 195 mil, segundo balanços divulgados.

Outra quantia que os tricolores estão prestes a receber é referente à venda de Ewandro para a Udinese (ITA). O atacante, que estava emprestado ao Atlético-PR, renderá quase R$ 8 milhões ao time do Morumbi, enquanto o Furacão ficará com o restante do investimento feito pelos italianos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos