São Paulo se reabilita após clássico e bate o Flu no Morumbi

Existe vida após um clássico ruim. E existe vida após um clássico bom. Para o São Paulo, o céu após tomar 3 a 0 do Santos. Para o Fluminense, melhor seria que o tempo tivesse congelado no último domingo, na vitória sobre o Flamengo. Pois no duelo de tricolores, nesta quarta-feira, no Morumbi, levou a melhor quem apanhou de rival na rodada anterior. Papéis invertidos e vitória paulista por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, resultado que o coloca na frente do Flu na tabela: 18 pontos contra 16.

Venceu quem jogou melhor, com justiça. O São Paulo, após dois tropeços em casa, fez valer a força de jogar diante de sua torcida e fechou com chave de ouro um dia de euforia pela contratação em definitivo do zagueiro Maicon. Gol relâmpago de João Schmidt, gol de Alan Kardec que não vinha desde 27 de março, boa estreia do peruano Cueva, retornos importantes de Carlinhos e Thiago Mendes. É para comemorar.

O Fluminense de Levir Culpi pagou o preço de um primeiro tempo apático e entregue ao controle do time da casa. Desorganizado, o time foi vencido com facilidade e poderia ter ido ao intervalo perdendo de mais. Recuperou-se no segundo tempo, com as entradas de Osvaldo e Dudu e Cícero, valendo-se da lei do ex, empatou de pênalti. O Tricolor carioca chegou a controlar as ações na segunda etapa, mas não foi forte o suficiente.

Interessante resultado para o Tricolor paulista, cada vez mais próximo da esperada semifinais da Libertadores. De espírito renovado, a equipe do técnico Edgardo Bauza conquista uma vitória para ter tranquilidade no Campeonato Brasileiro e focar, de fato, no que realmente importa agora. A preocupação ficar por conta de Ganso, que entrou no segundo tempo e, já no fim do jogo, acusou um problema na coxa. Seria um baque perdê-lo agora.

Para os cariocas, a constatação de que Levir ainda terá muito trabalho pela frente. A falta de um finalizador no Flu é nítida. Magno Alves, o Magnata, não foi páreo para a defesa são-paulina. O alento é que na próxima rodada o jogo é novamente como mandante, diante do Coritiba. O São Paulo encara a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Com a certeza de que existe vida após um clássico ruim.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FLUMINENSE

?

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Auxiliares: José Eduardo Calza (RS) e Élio Nepomuceno Júnior (RS)

Cartões amarelos: Cueva, Carlinhos, Ganso e Maicon (SAO), Cícero, Giovanni e Douglas (FLU)

Público e renda: 10.323 / R$ 204.246

Gols: João Schmidt 1' 1ºT (1-0); Alan Kardec 39' 1ºT (2-0); Cícero 7' 2ºT (2-1)

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Carlinhos (Matheus Reis 28' 2ºT); João Schmdit, Thiago Mendes e Michel Bastos (Ganso 15' 2ºT); Cueva, Centurión (Ytalo 23' 2ºT) e Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Edson (Dudu - intervalo), Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Maranhão (Osvaldo - intervalo) e Magno Alves (Richarlison 23' 2ºT). Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos