Presidente do Atlético diz não ao interesse da seleção argentina em Simeone

  • Reuters / Stefan Wermuth

    Atlético de Madri rechaça interesse da seleção argentina em Simeone

    Atlético de Madri rechaça interesse da seleção argentina em Simeone

Tom de brincadeira ou uma dura verdade? Enrique Cerezo, presidente do Atlético de Madrid, deu uma polêmica declaração, nesta semana, que tem sido bastante repercutida na Argentina, com jornais espanhóis garantindo que foi uma piada.

À imprensa, o mandatário revelou que rejeitou uma consulta da Associação Argentina de Futebol (AFA) sobre o técnico Diego Simeone - que poderia ser o substituto de Tata Martino na seleção albiceleste.

"Eu já disse que não para a AFA", disse Cerezo.

Na última quarta-feira, Simeone, que já conduziu os colchoneros a títulos importantes, como o Campeonato Espanhol da temporada 2013/14, se pronunciou sobre a indecisão de ficar no Atlético, revelada após perder a final da Liga dos Campeões deste ano para o rival Real Madrid.

"Falei de cabeça quente. Nós, argentinos, somos assim. Aprendi com o tempo", afirmou Cholo.

Simeone tem contrato com o Atlético de Madrid até 2020. Já Tata Martino, a princípio, segue no comando da Argentina - ele, inclusive, será o técnico dos hermanos nos Jogos Olímpicos, a serem realizados a partir de agosto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos