Anfitriã pega a zebra. Vale vaga nas semifinais

De um lado a anfitriã e favorita França. Do outro, a zebra da Euro, Islândia. As seleções buscam neste domingo, às 16h (de Brasília), no Stade de France,

em Saint-Denis, vaga às semifinais.

Neste sábado, a França realizou em Clairefontaine, cidade próxima à Paris onde fica a "Granja Comary" dos franceses, o último treino. Como teria de participar da coletiva obrigatória pré-jogo e o Stade de France fica a 63km de distância, sendo ligado por uma rodovia movimentada e engrarrafada, o jeito foi o treinador Deschamps e o goleiro Lloris pegarem um helicóptero.

- A polícia francesa nos disponibilizou. Se não fosse isso, certamente o nosso capitão Lloris não estaria aqui para a entrevista - disse Deschamps, que analisou a Islândia como um adversário extremamente perigoso, pois o seu ponto forte é exatamente o que ele vê como o mais importante no futebol atual, o jogo coletivo.

- A Islândia não está nas quartas por acaso. Possuem um forte jogo coletivo. E esta Euro mostra que isso é essencial para o sucesso. Favoritos foram eliminados. Sem organização coletiva, no futebol atual, não vamos a lugar nenhum e por isso teremos todos os cuidados.

Outro diferencial, a altura dos rivais, mereceu uma citação que gerou risos na sala de imprensa do Stade de France.

- Eles realmente são altos e temos de ter atenção. Mas eles não jogam apenas com o jogo aéreo, muito pelo contrário. E o certo é que não tenho como aumentar a altura dos meus jogadores.

O time francês segue indefinido. Deschamps não terá o zagueiro Rami, suspenso. Para o seu lugar Mangala (do Manchester City) e Umtiti (do Lyon) brigam pela posição.

- Vocês estão querendo saber quem jogará? Tenho boas opções - disse Deschamps, com descontração.

Até o goleiro Lloris foi perguntado e saiu pela tangente.

- Joguei com os dois e ambos são ótimos. Antes da partida vocês saberão.

Na Islândia, há muita motivação, pois a seleção foi muito mais longe do que se esperava. Na coletiva, o treinador sueco Lars Lagerbäck, que deixará o cargo após a Euro para que o auxiliar Heimir Hallgrímsson assuma, disse que o torcedor islandês (há previsão de 15 mil no Stade de France, ou quase 5% da população do país) ainda pode esperar surpresas.

- A França é forte técnica e fisicamente. Mas nós também somos. Não perderemos este jogo por razões físicas ou mentais. Vamos estar concentrados, buscar os gols com confiança, pois trabalhamos fortemente há anos, com muitas repetições de jogadas. Todos adotaram as minhas ideias e sabem o que precisam fazer- disse Lars, que repetirá a base da seleção sensação da Euro.

O capitão Aaron Gunnarson fez uma comparação entre as duas surpresas da Euro, Gales e Islândia.

- Não eramos favoritos, mas estamos aqui e podemos ir mais longe. Repetindo o sucesso de Gales contra a Bélgica - disse o capitão, que coincidentemente defende um time do País de Gales, o Cardiff, da Segundona inglesa.

FICHA TÉCNICA:

FRANÇA X ISLÂNDIA

Local: Stade de France, Saint-Denis (FRA)

Data e hora: 3 de julho de 2016, às 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Björn Kuipers (HOL)

França: Lloris; Sagna, Mangala (Umtiti), Koscielny, Evra; Kanté, Pogba; Matuidi, Payet; Griezmann, Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Islândia: Halldórson; Saevarsson, Arsason, R. Sigurdsson, Skuláson; A. Gunnarsson; Gudmundsson, Bjarnason, G. Sigurdsson, Bodvarsson; Sighthórsson. Técnico: Largeback/Hallgrim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos