Conte se despede da Itália: 'Foram dois anos incríveis'

Após a eliminação da Itália, o técnico Antonio Conte encerrou sua passagem pela seleção. Em entrevista coletiva após a partida, ele lamentou o resultado e revelou que pensou em voltar atrás na decisão de deixar a seleção. O técnico encerra um trabalho de dois anos e assume o Chelsea na próxima temporada.

- Foi uma partida dura de todos os pontos de vista. Mostramos coração para superar as coisas difíceis. Acho que os jogadores deixaram uma marca importante no torneio. Eles mostraram que com vontade você pode atingir coisas grandes. É uma pena sair agora porque foi na loteria dos pênaltis. Mas um time bom passou, acho que eles são os melhores agora - afirmou Conte.

Segundo o treinador, em novembro ele pensou em continuar, mas preferiu aceitar a proposta para treinar o Chelsea.

- A decisão de sair da seleção foi feita antes do torneio. Em algum momento eu queria a oportunidade de ficar, mas devido a alguns fatores eu não pude voltar atrás. Sempre lutei pelos interesses do time, não meus. Nunca me senti apoiado por ninguém, só o presidente, que sempre esteve comigo. Minha decisão foi tomada. Fizemos esse processo juntos, criamos uma família, é uma pena.

O treinador ainda aproveitou para agradecer aos jogadores e comissão técnica pelo tempo na Azzura. Além disso, ele elogiou todo elenco e mostrou que todos se viam como uma grande família.

- Acreditávamos nesse sonho. Sabemos que o futebol pode trazer coisas boas e ruins. Os jogadores podem voltar tranquilos para casa, porque deram tudo. Foram dois anos incríveis pra mim. Nunca vou parar de agradecer a todos, fomos muito bons e tivemos uma atmosfera ótima. Espero que a gente possa deixar uma marca de amor pelo time, pela camisa. Espero que essa mensagem tenha sido recebida, apesar da eliminação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos