Defesa do Vasco bate cabeça de novo e Avaí vence na Ressacada

Definitivamente, as coisas precisam mudar para o Vasco. Toda a gordura que o time havia criado em relação segundo colocado da Série B secou. A equipe voltou a perder, agora para o Avaí, fora de casa, por 2 a 1. Com o resultado, apesar de líder, é o saldo de gols que separa o Cruz-Maltino do Atlético-GO. O time catarinense chegou a 18 pontos e se afastou um pouco mais do Z4.

Melhor fez quem não viu o primeiro tempo. Os responsáveis pelo espetáculo cansaram de errar. As poucas chances criadas foram desperdiçadas: aos quatro minutos, após cochilo da defesa cruz-maltina, William chutou fraco e a bola passou raspando a trave. Martin Silva reclamou ter sofrido falta na jogada, mas, com o árbitro, só arrumou um cartão.

Andrezinho, Eder Luis e Andrezinho jogaram chances por cima da meta, mas foi o Avaí quem chegou mais próximo de abrir o placar. Aos 35 minutos, Gabriel apareceu na pequena área adversária, mas conseguiu testar para fora.

Enfim começou o segundo tempo e, logo aos quatro minutos, a defesa do Vasco voltou a bater cabeça. A bola acabou sobrando para Renato Júnior, que não teve trabalho para fazer o primeiro gol do jogo. Havia, finalmente, emoção na Ressacada!

O time de Jorginho foi tentando apertar a marcação. E avançando no gramado, o lateral Julio Cesar, de fora da área, acertou um chute que raspou no travessão, aos nove minutos. Três minutos depois, Eder Luis não conseguiu dar direção a um cabeceio dentro da pequena área.

Mas a pressão do time de São Januário não era traduzida em gols. E quem não faz... levou, aos 19 minutos. Foi Rômulo quem foi mais rápido que Martin Silva e Yago Pikachu e conseguiu ficar com o gol vazio: 2 a 0 para o time da casa.

Aos 21 minutos, Caio Monteiro obrigou Renan a fazer grande defesa. Aos 23, Aislan e o mesmo Caio mandaram a bola no travessão, no mesmo lance. Aos 25, a arbitragem confusa de Elmo Resende Cunha marcou pênalti, após falta de Rodrigo. Porém, William não passou por Martin Silva.

Na reta final, o jogo ficou marcado por muita tensão, expulsões dos dois técnicos e um gol. Caio Monteiro pegou rebote do goleiro e marcou, aos 40. O Vasco terminou a partida reclamando de dois pênaltis por toques de mão dos jogadores do Avaí.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 2 X 1 VASCO

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC).

Data e hora: 2/7/2016 - 16h30

Árbitro: Elmo Alves Resende (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Adailton Fernando Menezes (GO)

Renda e público: -

Cartões amarelos: Judson, Rômulo (Avaí), Martin Silva, Julio Cesar, Marcelo Mattos, Andrezinho e Leandrão (Vasco).

Cartões vermelhos: Silas (Avaí) e Jorginho (Vasco).

Gols: Renato Júnior (4'/2ºT), Lucas Fernandes (19'/2ºT) e Caio Monteiro (40'/2ºT).

Avaí: Renan, Alemão, André Santos, Gabriel e Capa; Judson (João Filipe, 18'/2ºT), Jaá, Renato Júnior e Diego Jardel (Lucas Fernandes, 16'/2ºT); Rômulo (Célio Santos, 28'/2ºT) e William - Técnico: Silas.

Vasco: Martin Silva, Madson (Yago Pikachu, 11'/2ºT), Aislan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Caio Monteiro, 11'/2ºT), Andrezinho e Nenê; Eder Luis (Evander, 30'/2ºT) e Leandrão - Técnico: Jorginho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos