Jones diz que Cormier não tem punch e que irá quedá-lo pela sexta vez

Campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier fará a sua segunda defesa de cinturão diante do único algoz de sua carreira, o campeão interino, Jon Jones, em que acontece no dia 9 de julho em Las Vegas (EUA).

ASSISTA AO UFC AO VIVO

Ex-campeão linear dos meio-pesados, Jon jones não se sente ameaçado pelo atual campeão e, em entrevista ao podcast "UFC Unfiltered", declarou que Cormier não poder nas mãos, o que irá facilitar o seu trabalho.

- O Cormier não tem um soco pesado, acho que a única pessoa que eu lembro que ele nocauteou foi o Antônio Pezão. Sem querer ofender o Pezão, mas ele não é conhecido por ter um dos queixos mais fortes do jogo. Então, me diga quem ele nocauteou com um soco e saiu andando, não acho que eu jamais tenha visto isso - disse Jones.

No primeiro duelo entre os atletas, no começo de 2015, Jones levou a melhor na decisão unânime dos juízes e chegou a aplicar algumas quedas em DC. Segundo Jones, nessa revanche a história será a mesma.

- Ele está tentando alegar que eu não sou um cara com poder nas mãos, mas eu bati nele na primeira luta e na realidade o machuquei com meus golpes e ele não fez nada comigo. ouvi ele dizer que vai andar para frente e me derrubar, obviamente porque eu não tenho poder para impedir ele de andar para frente. Mas a realidade é que se eu for para dentro dele e quedá-lo pela sexta vez, ele não poder para me parar - encerrou.

Ainda no UFC 200, Miesha Tate defende o título dos galos diante da brasileira Amanda Nunes, enquanto José Aldo e Frankie Edgar disputam o cinturão interino dos penas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos