'Motor' do Palmeiras, Moisés quer time com a atitude do Allianz na Ilha

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Moises tem importância fundamental tanto para defesa como para ataque do Palmeiras

    Moises tem importância fundamental tanto para defesa como para ataque do Palmeiras

Substituído aos cinco minutos do segundo tempo contra o Figueirense com dores no pé esquerdo, Moisés evoluiu bem - no sábado, ele participou do esboço da equipe para o confronto com o Sport. E sua presença é uma boa notícia para Cuca, já que o meio-campista vem sendo o "motor" do time no Campeonato Brasileiro.

Usado como volante ao lado de Tchê Tchê, Moisés é importante tanto defensivamente (principal ladrão de bolas do Verdão) quanto ofensivamente (líder em lançamentos e o segundo que mais finaliza). Para o jogo de segunda-feira, Cuca testou os dois meio-campistas jogando com Thiago Santos.

- O Cuca gosta de variar o time dependendo do adversário e testou esta opção. Esperamos executar da melhor forma, porque brigamos por título. Para isto, temos de somar pontos fora. Esperamos conseguir, mas o Sport dentro da Ilha é difícil, dá muito trabalho - disse Moisés, ao LANCE!.

Somar pontos como visitante é justamente um dos poucos pontos negativos da campanha até agora. Único time com 100% de aproveitamento como mandante, o Palmeiras sofreu três derrotas em cinco jogos atuando longe de sua torcida.

Esta inconstância já foi tema de reuniões no vestiário e entrevistas na Academia de Futebol. Para mudar isto, Cuca cobrou no treino de sábado que os jogadores estivessem próximos para trocar mais passes e marcação adiantada no campo de ataque. Mesmo na Ilha do Retiro, a meta é mostrar contra o Leão o espírito que funciona no Allianz Parque.

- Temos de impor nosso ritmo. A forma que jogamos em casa temos de levar para fora de casa. A pegada, a posse de bola que trabalhamos bem. Temos de implementar isso fora de casa. Nossa característica é essa. Não pode fugir, porque senão você perde força. Temos de atacar o adversário, pressionar - reforçou.

Como visitante, o time tem só 26% de aproveitamento. Ao todo, porém, o Verdão é líder, com 69% de aproveitamento e três pontos de vantagem para o segundo colocado.

- Isto mostra que estamos fazendo um grande trabalho. O grupo está se empenhando, com humildade, o trabalho está sendo bem feito. Ainda tem pontos a serem melhorados, como esse fora de casa. Se podemos melhorar, é isso que temos de fazer - completou.

CONFIRA UM BATE-BOLA COM MOISÉS:

- Você fez tratamento para jogar na quinta após um pisão no pé contra o Cruzeiro. Como está se sentindo?

Está bem melhor, cara. Não está 100% ainda, mas a intenção de não ter jogado o segundo tempo era para isso, para que não agravasse e pudesse recuperar contra o Sport. Eu me sinto melhor, tem dois dias até o jogo ainda e espero estar 100% até lá.

- O principal problema na derrota contra o Cruzeiro foi terem anulado a saída de bola com você?

Este foi um dos fatores, mas foram vários. Se me anulassem o time tem outros bons jogadores para isso, como o Cleiton e o Tchê Tchê, com saída muito boa. Mas foi uma noite em que vários jogadores não foram bem, talvez o Gabriel Jesus e o Prass tenham se destacado, mas o restante não foi bem. Foi uma sequência de erros que precisamos minimizar para conseguir bons resultados fora de casa.

- Você tem sido considerado um dos melhores jogadores do Brasileirão. Como avalia seu atual momento?

Tenho que agradecer muito a Deus por tudo que tem acontecido, estou feliz, importante começar a ser reconhecido, mas vem ao natural quando o time está bem. Fico feliz, acho que tem mais jogadores que merecem também, estamos fazendo um grande campeonato. É manter este nível e até melhorar para conseguir nosso objetivo, que é o título.

- Seus melhores foram quando Cuca o escalou como volante. Prefere atuar mais recuado ou na meia?

Indiferente, mas joguei mais na minha carreira como volante. Atuei na minha carreira em outros clubes como meia, mas desde a base eu saía mais, tinha essa característica. Mas não tenho preferência e o Cuca sabe disso. O importante é dar o seu melhor, independente se meia, lateral, volante. Tem de dar 100% e é isso que procuramos fazer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos