Liberados, Mena e Hudson treinam e devem reforçar o São Paulo na semi

A pausa na Copa Libertadores da América trouxe prejuízos ao São Paulo com a lesão de jogadores importantes na campanha até a semifinal. Mas, a dois dias do primeiro jogo contra o Atlético Nacional (COL), o técnico Edgardo Bauza recebeu boas notícias para amenizar as perdas. O lateral-esquerdo Mena e o volante Hudson estão liberados para atuar no Morumbi.

- Eles estão bem, recuperados, e já treinaram hoje sem problemas - disse o médico José Sanchez, após as atividades da manhã desta segunda-feira.

Não foi possível acompanhar o trabalho realizado por Patón no CT da Barra Funda. Quando as portas foram abertas para a imprensa, o que restava eram alguns possíveis titulares fazendo alongamento na beira do gramado, como o próprio Mena, Thiago Mendes, João Schmit e Calleri. No campo, parte dos zagueiros do elenco cumpria exercícios específicos para a posição.

Garotos da equipe sub-17 do Tricolor também estavam no CT e participaram do treino tático fechado por Bauza. Já quem jogou a maior parte do tempo contra a Ponte Preta no último domingo, com exceção a Centurión - suspenso para a Libertadores -, já havia ido embora. E o goleiro Renan Ribeiro, que sofria com lombalgia, fez teste e voltou a sentir dores. Assim, Léo será o reserva de Denis.

O arqueiro retornará ao Reffis, onde encontrará Paulo Henrique Ganso e Kelvin. O médico José Sanchez aproveitou para explicar a situação da dupla, esclarecendo o que Bauza quis dizer no domingo sobre reavaliar o Maestro para a primeira semifinal contra o Atlético Nacional.

- Sempre há chance no futebol, tudo é possível. Mas o tempo é curto, o jogo será na quarta-feira já. Ganso tem uma lesão e estamos tratando, vamos ver como ele e Kelvin vão se recuperar - afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos