Sob pressão da torcida, discurso no Flu é de 'falar pouco e trabalhar mais'

Na sexta-feira, um pequeno grupo de torcedores tentou invadir a sede das Laranjeiras enquanto o elenco comandado por Levir Culpi trabalhava visando a partida contra o Coritiba, que terminou empatada sem gols. Após o jogo em Volta Redonda, nova manifestação da torcida na saída da equipe do Estádio Raulino de Oliveira. Nesta segunda-feira, os jogadores se reapresentam e, apesar do cenário de pressão, o discurso dos atletas é de tranquilidade.

- A torcida tem o direito de cobrar. Tentamos muito, mas infelizmente a bola não quis entrar. Paciência, nós temos um grupo se doando em campo. É o momento de falar pouco e trabalhar mais ainda - avaliou o volante Edson, que teve boas oportunidades de marcar o gol da vitória contra o Coritiba.

Capitão e líder do elenco tricolor, o zagueiro Gum também deu razão aos protestos da torcida, em especial aos 917 torcedores pagantes (1.826 presentes) que foram ao Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no sábado.

- Os torcedores têm de entender que temos de nos unir, comparecer em mais número sim. Podem cobrar e devem fazer isso, pois pagam ingresso. Temos de unir forças. Os que não estão junto conosco para nos apoiar, que não venham atrapalhar. Que venham para apoiar o time e ajudar o Fluminense a subir na tabela - afirmou o zagueiro, que chegou a 330 partidas com a camisa grená.

Protagonista na temporada, Gustavo Scarpa também pediu o apoio e que a torcida se una ao time após o empate em 0 a 0 com o Coritiba no sábado.

- Criamos boas chances. Não fizemos. Equipe estava bem postada. Estamos cientes da situação que estamos passando, mas vamos sair. A gente tem que relevar (as vaias da torcida). Torcedor é assim, momento. Espero que eles apoiem a gente, porque precisamos - comentou o meio-campista de 22 anos.

Na quarta-feira o Fluminense já tem nova chance de deixar o momento ruim para trás. Pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o time de Levir Culpi enfrenta o Ypiranga-RS no Estádio Raulino de Oliveira, às 21h45;

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos