Simeone, sobre a seleção argentina: 'Prefiro assumir sem urgência'

Lançado em Buenos Aires na semana passada, o livro "Acreditar: o desafio de se superar sempre" conta a visão que o técnico Diego Simeone tem sobre a seleção argentina. Quem debruçar sobre as páginas da obra perceberá que "Cholo" dificilmente será o substituto de Gerardo Martino, que pediu demissão do cargo nesta terça-feira.

Nome sempre mencionado para ocupar a vaga no time albiceleste, Simeone acredita que precisa acumular mais experiência como treinador.

- Claro que penso nesta possibilidade. Seria injusto não reconhecê-la. Mas imagino que suceda em um momento diferente do que estou atravessando hoje. Para mim, é preciso chegar à seleção com grande equilíbrio emocional. Prefiro assumir essa carga de responsabilidade sem urgência, com naturalidade. Preciso me preparar para esse momento. Não pode ser uma situação forçada - escreveu o técnico do Atlético de Madrid.

Em outro momento do livro, Simeone admite que vem se preparando para assumir o cargo na seleção.

- Evidentemente, é algo sério na minha carreira. Estou a vida inteira me preparando. É um objetivo que tenho. Mas isso não me interessa hoje. Preciso passar por várias etapas - reforçou Simeone.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos