Sob protesto de organizadas, Levir esconde time do Fluminense

A sede das Laranjeiras viveu uma tarde agitada nesta quarta-feira. Mas só do lado de fora, onde cerca de 40 membros de torcidas organizadas protestaram contra a fase ruim do clube dentro de campo.

A segurança estava reforçada na entrada social do clube, impedindo os "organizados" de entrarem na área social. Apenas dois membros das organizadas eram sócios do Fluminense e puderam entrar.

Do lado de fora, gritos contra o presidente Peter Siemsen, principal alvo do protestos, rojões e faixas cobrando reforços. "Ah, é Celso Barros" também foi gritado.

"Reforços já" e "Cavalieri, sai do gol" foram outras faixas abertas pelas organizadas nos protestos, que seguem a acontecer nas Laranjeiras.

No gramado, Levir Culpi deu poucos indícios de qual time enfrentará o Ypiranga-RS no Raulino de Oliveira. No rachão, os jogadores estavam misturados e atuando sem posição.

A tendência é de que o Fluminense entre em campo com: Cavalieri; W. Silva, Gum, Henrique e W.Matheus; Douglas, Cícero, Dudu e Scarpa; Osvaldo e Magno Alves.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos