Wenger teme enfraquecimento da Premier League a longo prazo

O técnico Arsène Wenger mostrou preocupação com a saída do Reino Unido da União Europeia após votação da população em junho. As negociações para a saída dos britânicos do grupo podem levar alguns anos, mas podem impactar diretamente no futebol.

Para Wenger, a decisão de deixar bloco europeu pode diminuir o preço dos jogadores nascidos no Reino Unido, que devem passar a ser estrangeiros nos grandes centros europeus, como Espanha, França, Itália e Alemanha.

- Os jogadores irão ver seus salários diminuírem um pouco, e a competição com a Alemanha, por exemplo, será mais forte - disse o treinador, à "France Football".

Wenger acredita que o dinheiro do acordo televisivo pode amenizar o problema do nos próximos anos. Mas em um futuro distante, o treinador francês acredita que a Premier League ficará mais fraca.

- Essa é a parte do risco que menos me preocupa. A Inglaterra tem muitos recursos em termos financeiros. Há dinheiro derivado da TV que entrará neste ano, também. Se a liga se tornar menos atrativa, as companhias de TV gastarão menos dinheiro, a revenda dos clubes irá diminuir, e a Premier League sofrerá as consequências. O problema está aí - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos