Messi promete recorrer ao Tribunal Superior depois de ser condenado

Os advogados de Messi e do pai do jogador, Jorge Messi, prometem recorrer da condenação de 21 meses de prisão imposta por um tribunal de Barcelona por conta de fraude fiscal. No entanto, a sentença não implica em prisão por se tratar de penas inferiores a dois anos, conforme diz a lei espanhola.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a defesa de Messi alega que a decisão é "quase simbólica, visto que o valor reclamado pela Fazenda foi pago em dia, mas não é correta".

O recurso dos advogados de Messi será apresentado ao Tribunal Superior. O prazo para a resolução é de um ano.

Messi e o pai teriam fraudado 4,1 milhões de euros (R$ 15 milhões) referentes aos anos de 2007, 2008 e 2009. O atacante terá agora que pagar uma multa de 2 milhões de euros (R$ 7,3 milhões), enquanto seu pai precisa desembolsar 1,5 milhão (R$ 5,4 milhões).

Pouco depois de saber da condenação, o Barcelona publicou um comunicado de apoio a Messi e ao pai. O clube entende que o craque regularizou sua situação e que não tem nenhuma responsabilidade sobre o assunto. O Barça ainda se colocou disponível para ajudá-los em todas as iniciativas para fazer a defesa dos legítimos interessas e da honra.

Vale lembrar que diversas vezes houve especulações de que Messi teria ficado irritado em algumas oportunidades justamente pela falta de apoio institucional do Barcelona, e teria até ameaçado deixar o time.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos