Bielsa cita falta de reforços para explicar saída repentina da Lazio

Marcelo Bielsa, mais uma vez, surpreendeu o mundo do futebol. Nesta sexta-feira, ele renunciou ao cargo de treinador da Lazio apenas dois dias depois de ter sido anunciado. O argentino divulgou uma carta explicando os motivos de ter rompido com o clube italiano.

Segundo o técnico, nenhum dos sete reforços pedidos por Bielsa foram contratados, sendo que quatro deles deveriam ter sido anunciados pela Lazio até o dia 5 de julho para a realização da pré-temporada, tendo em conta também a saída de 18 jogadores que atuaram na temporada passada. O vínculo com a equipe da capital só teria validade se essa condição tivesse sido cumprida.

O treinador reclamou também que o clube tornou público o contrato firmado entre as partes, mesmo sabendo que não seria viável a chegada dos reforços e as perspectivas seriam incertas.

Por fim, Bielsa negou que desistiu de comandar a Lazio para assumir um outro compromisso. O treinador era especulado também para treinar a seleção argentina após o pedido de demissão de Tata Martino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos