Vasco utiliza tecnologia da Nasa no Caprres antes de inauguração

O Vasco finalizou mais um processo antes da inauguração do Caprres (Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo), prevista para acontecer ainda neste mês. Foi utilizada uma tinta de polímeros de cerâmica no telhado da estrutura, um produto desenvolvido pela Nasa (National Aeronautics and Space Administration - Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, em português), agência do governo dos EUA.

Segundo comunicado divulgado ontem pelo Vasco, "a agência estadunidense desenvolveu uma tinta à base de água e microesferas ocas de vidro cerâmico, que são capazes de reduzir a temperatura e o consumo de energia (principalmente do ar condicionado) dentro dos locais em mais de 60%".

- A tinta térmica é a mais barata nas soluções utilizadas nas obras de isolamento térmico. O polímero de cerâmica evita a passagem de raios UV em até 90% e também impermeabiliza todo o telhado, consertando pequenos defeitos, com uma garantia de 10 anos - comentou Múcio César, diretor da empresa Enoxx, responsável pela colocação do produto.

Vice-presidente de obras de engenharia e patrimônio do Vasco, André Luiz Vieira Afonso também comentou sobre o uso do produto da Nasa.

- Concluímos mais uma etapa do Caprres. Instalamos no telhado o produto a base de polímeros de cerâmica utilizados nos foguetes da Nasa. O Centro de Reabilitação mais moderno da América Latina não podia ser diferente e utiliza os melhores materiais na vanguarda da tecnologia. Vamos diminuir em até 90% da incidência de calor, mantendo a temperatura interna. O Vasco sai na frente com um local como este, que possui excelência e tecnologia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos