Presidente de Portugal condecora seleção após título da Eurocopa

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou nesta segunda-feira a seleção de futebol com o título de comendador, a maior honra civil do país. A equipe, treinada por Fernando Santos, conquistou no último domingo a Eurocopa pela primeira vez após bater a França por 1 a 0, na prorrogação, gol de Éder.

Os jogadores chegaram nesta segunda a Lisboa no avião 'Eusébio', batizado em homenagem ao ex-jogador português, um dos maiores da história mundial. Os atletas seguiram para o Palácio de Belém - residência oficial do presidente -, onde receberam diploma honorário, já que as medalhas ainda não ficaram prontas.

Vestido com uma bandeira da Ilha da Madeira, o capitão Cristiano Ronaldo foi o último a receber a condecoração, em meio a aplausos dos presentes. Entre eles o primeiro-ministro, António Costa, e os líderes dos principais partidos políticos.

- A Ordem do Mérito não é a maior condecoração que você recebeu ou irá receber. Essa foi dada pelo povo português e está cheia de orgulho e gratidão pelo que você fez durante mais de um mês por Portugal - disse o presidente.

Rebelo de Sousa teceu elogios à seleção portuguesa e disse que o título não foi obra da sorte.

- Há um mês e três dias, disse que somos os melhores da Europa e muita gente me disse que somos bons, mas temos sorte. Foi provado que não há casualidade ou sorte e que não somos uma equipe qualquer e nem houve outra melhor. Somos os melhores da Europa.

O governante dedicou suas palavras aos emigrantes portugueses, principalmente aqueles que residem na França, onde vivem cerca de 1 milhão de lusitanos e descendentes.

- Hoje os emigrantes chegam ao trabalho e dizem que somos tão bons como vocês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos