Herói português da Euro teve medo de se machucar em comemoração de gol

  • AP Photo/Petr David Josek

    Éder bate de fora da área para conquistar a Eurocopa por Portugal

    Éder bate de fora da área para conquistar a Eurocopa por Portugal

Herói do título da Eurocopa com um gol marcado na prorrogação, o atacante Éder reviu o lance pela primeira vez na última segunda-feira, durante visita à sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O que mais chamou a atenção do jogador não foi o chute preciso no canto do goleiro francês Lloris, no último domingo, durante a prorrogação, no Stade de France. O camisa 9 ficou preocupado com a reação dos companheiros de seleção lusitana.

"Eram três, quatro, cinco, seis. Tive que sair fintando. Estava com medo que alguém me machucasse durante a comemoração. Depois, foi um abraço incrível. Estávamos nas nuvens. Foi incrível, espetacular", destacou o atacante nascido na Guiné-Bissau e naturalizado português.

Com um iPad em mãos, Éder acompanhou o gol mais importante da carreira desde o início da jogada, quando o meia João Moutinho recuperou uma bola no meio de campo.

Éder, de 28 anos, começou a carreira no modesto Tourizense, em 2007. Em seguida, em 2008, foi contratado pela Académica. Em 2012, acertou com o Braga, clube pelo qual se destacaria nas temporadas seguidas.

O atacante deixou o futebol português em 2015 para reforçar o Swansea City, do País de Gales. Na última temporada, ele foi emprestado ao Lille, da França.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos