Fluminense estuda formas de atrair a torcida ao Estádio Giulite Coutinho

O tricolor da cidade do Rio de Janeiro está perto de matar as saudades de assistir os jogos do seu time de perto. Após seis meses atuando em diferentes estados do Brasil, o Fluminense, enfim, vai atuar no Estádio Giulite Coutinho no próximo domingo, diante do Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro.

Após uma crise na relação da torcida com o atual elenco, alvo de críticas e protestos nas últimas semanas, a expectativa é de que a harmonia volte a existir.

Para isso, o Tricolor busca as melhores formas de convencer o torcedor a comparecer ao estádio, que pertence ao América, escolhido e reformado pela diretoria para ser a nova casa do Flu em 2016.

Uma das preocupações é de que a torcida não está acostumada a ir ao Giulite Coutinho, que fica no município de Mesquita, na Baixada Fluminense. Pelas redes sociais, o departamento de marketing postará até o dia do jogo com o Cruzeiro informações sobre o acesso ao estádio, tanto de carro quanto de transporte público, para familiarizar o torcedor com o local, que fica a 40 km da sede das Laranjeiras.

Além disso, o Fluminense oferecerá transporte de ida e volta para os torcedores. O translado para as partidas no Giulite Coutinho, que não serão exclusivos para sócios, custará R$ 30 e sairá das Laranjeiras. Até o fim de semana, mais informações serão divulgadas.

Mais do que a aproximação com a torcida, atuar no Giulite Coutinho será importante para diminuir o desgaste que o elenco vem sofrendo pelas seguidas viagens. Nas conversas com a diretoria, Levir Culpi vinha cobrando uma definição sobre o estádio o quanto antes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos