O dia do Vasco: Júnior Dutra está perto de acertar com Cruz-Maltino

Vasco finalmente encontrou uma dupla para emplacar o ataque junto com Nenê. O jogador que foi revelado pelo Santos, estava no Catar atuando no Al Arabi. Provavél acordo é válido até abril de 2017, com opção de renovação até dezembro do mesmo ano.

Nesta quarta- feira o jogador passou por exames médicos em São Januário. Assinará contrato com o time Cruz-Maltino, caso seja aprovado. Esta vindo por indicação de Jorginho, com quem já havia trabalhado no Japão.

Quase dois meses sem jogar, desde que rescindiu com o antigo clube Al Arabi. Vem mantendo sua forma física por conta própria em um centro de performance em Barueri.

Junior Dutra já teve passagens por outros times brasileiros ao longo de seus 28 anos. Começou no Santos, depois passou pelo Atlético-PR e Santo André. Em seguida deu início a sua carreira no futebol estrangeiro, jogando pelo Kyoto Sanga e o Kashima Antlers do Japão. Jogou também na Bélgica pelo Lokeren e por fim, estava jogando no Al Arabi desde o início de 2016. Sendo assim, Junior soma seis anos fora dos gramados brasileiros.

Dutra rescindiu contrato com o clube árabe na Justiça local no início do ano, alegando salários atrasados por três meses. Ficou livre no mercado, chegou a ser oferecido ao Vasco, mas o time não demonstrou interesse na época, Botafogo e Santos chegou a se interessar pelo jogador, porém as questão Judicial atrapalhou as negociações.

O Vasco monitora a situação, apesar do acerto. O advogado do caso de Dutra, Breno Tannuri, acredita que se o Al Arabi não enviar o certificado de transferência internacional do jogador, será necessário entrar em contato com a Fifa para liberarem uma autorização em um primeiro momento. Após essas devidas providências serem tomadas, a entidade passa a analisar o processo, e isso pode demorar cerca de 18 meses até ser concluído.

- Se uma parte decide rescindir, a Fifa libera o atleta para jogar e depois analisa se ele tinha justa causa para rescindir o contrato. Ainda vamos entrar com ação na Fifa para cobrar o que ele tinha direito. Por enquanto, não me preocuparia com a questão jurídica para ele jogar no Vasco - explicou Breno Tannuri.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos