Seis meses após diagnóstico de 'falta de raça', Pato ganha elogios no Timão

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Em seis meses, Alexandre Pato passou de um jogador "que não conseguiu mostrar o estilo do Corinthians" para "um atacante de muita qualidade e que espero que esteja logo à disposição", segundo declarações de Cássio, um dos mais antigos do atual elenco do Timão. Antes do empréstimo ao Chelsea (ING), no início desta temporada, o goleiro foi questionado sobre as razões de Pato não ter dado certo no Corinthians e atribuiu isso ao estilo de jogo do atacante de 26 anos. Agora, após o retorno do futebol inglês, Pato será um dos "reforços" da equipe no segundo semestre, e ganhou elogios.

"Ele vem treinando em dois períodos e é um grande jogador. Se ele estiver apto para jogar nós contamos com ele. Correndo, lutando, trabalho, se dedicando. Depende muito dele, de mostrar que quer estar junto com a equipe. Nós jogadores, e não falo só por mim, vamos abraçar e estar comprometidos com ele", disse Cássio, que assegurou que Alexandre Pato "sempre foi bem tratado" no Corinthians.

Cássio é um dos únicos remanescentes do episódio que causou a irritação da torcida e jogadores com Pato em 2013, nas quartas de final da Copa do Brasil. Na decisão por pênaltis de uma vaga nas semifinais da competição, o atacante arriscou uma cavadinha que parou nas mãos do goleiro Dida. Nos vestiários, redes sociais e reações da Fiel no estádio, Pato enfrentou a ira corintiana, e depois disso nunca mais se firmou no clube. Emprestado a São Paulo e Chelsea, tentou a volta por cima no futebol, mas agora voltou ao Corinthians para cumprir os seis meses restantes de contrato.

Sem citar as críticas feitas no início do ano a Pato, "um atacante que não dá carrinho, não digo que não marque, mas que não tem raça, que não sai exausto de campo... É difícil. Aqui, no Corinthians, tem que ser assim", Cássio torce para que o novo companheiro atue contra o São Paulo, no fim de semana, mesmo que o Corinthians já tenha descartado a possibilidade.

"Se ele puder estar apto seria legal. Mas não sei com está a evolução física dele", diz o goleiro.

O Corinthians pensa em ter Alexandre Pato a partir do dia 23, data da partida contra o Figueirense, na Arena de Itaquera.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos