Calleri pede camisa a Leco em despedida e Bauza já sofre com baixa

  • Fernando Vergara/AP

O argentino Jonathan Calleri se despediu do São Paulo na noite desta quarta-feira, após a eliminação tricolor da Copa Libertadores, diante do Atlético Nacional, na Colômbia. De acordo com o presidente Leco, os dois conversaram no vestiário e o centroavante pediu para ficar com sua camisa 12 como recordação dos momentos que passou no clube do Morumbi. Agora, volta suas atenções para a disputa da Olimpíada com seu país e não retorna.

"Muito triste isso, mas sim, foi o último jogo. Num bonito gesto, ele me abraçou no vestiário e me perguntou se podia levar a camisa dele. Claro que eu dei. Infelizmente, o último jogo dele com a camisa do São Paulo", disse Leco, ainda em Medellín, na Colômbia.

Na Copa Libertadores, foram nove gols marcados por Jony. Ao todo, balançou as redes 16 vezes com a camisa do São Paulo em 31 jogos disputados. Por enquanto, segue como artilheiro isolado da Copa Libertadores. Calleri encerra a passagem pelo São Paulo com média de 1,5 gol por jogo. O último foi marcado nesta quarta-feira, contra o Atlético Nacional, de cabeça, após assistência de Michel Bastos.

Calleri foi convocado pela Argentina apenas após lesão do conterrâneo Luciano Vietto e deve se apresentar imediatamente, pois o elenco já está concentrado para a disputa olímpica. Em coletiva, Edgardo Bauza já havia se mostrado pessimista em relação ao centroavante argentino.

"Não creio que jogue mais, já está focado no pré-olímpico".

O camisa 12 do São Paulo pertence ao Deportivo Maldonado, clube que adquiriu seus direitos junto ao Boca Juniors, da Argentina. Seu futuro segue indefinido. Em janeiro, esteve próximo de acertar com a Internazionale, de Milão, mas o negócio não avançou. Na Itália, teve seu nome vinculado também à Roma. Na Inglaterra, West Ham e Tottenham seriam possíveis interessados. Ainda não há acerto.

Sem Calleri, Alan Kardec é a opção para o clássico contra o Corinthians, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, na Arena, em Itaquera, às 16h. Contratado recentemente, o atacante Gilberto chega para compor o elenco. Além de Jony, Patón deve ter mais dor de cabeça nos próximos dias. A ida de Paulo Henrique Ganso ao Sevilla, da Espanha, é iminente. Tratando lesão, o camisa 10 também pode não vestir mais a camisa do São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos