Orgulho tricolor! CT do Fluminense entra na fase final da obra

- Queremos fazer algo para a história do Fluminense. Pensamos do zero e isso aqui vai ser muito bom para os próximos 100 anos do clube.

A frase acima, dita pelo vice de projetos especiais, Pedro Antônio Ribeiro da Silva, retrata bem o que representará o nascimento da nova menina dos olhos do Fluminense. Em uma área de 40 mil metros quadrados localizada na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o CT do clube ganha contornos cada vez mais reais pouco mais de um ano após o início das obras.

Ontem, a reportagem do L! esteve presente no local para acompanhar o andamento da construção. O complexo tricolor vive dias de trabalhos intensos. Até o momento, já foram gastos cerca de R$ 30 milhões no local. E muito do sucesso do empreendimento se deve justamente a Pedro Antônio, que inclusive emprestou cerca de R$ 18 milhões ao clube para que o projeto fosse entregue ao final do mandato do presidente Peter Siemsen.

- Sem o Pedro a obra não seria possível. Ele pegou o projeto no colo e possibilitou isso - afirmou o mandatário tricolor.

O local, que contará com três campos de futebol, academia, acomodações para abrigar todo o departamento de futebol, entre outras estruturas, terá uma inauguração simbólica na próxima quinta-feira.

- Aqui tudo foi pensado de maneira para que o clube tenha todos os mecanismos modernos que o futebol mundial pede. O jogador também não terá qualquer tipo de problema que enfrenta atualmente para chegar às Laranjeiras, por exemplo - disse Pedro Antônio.

A mudança definitiva do futebol profissional tricolor está prevista para o segundo semestre deste ano, possivelmente entre os meses de setembro e outubro. Neste período, apenas uma parte do prédio onde ficará abrigado a hotelaria ficará para ser finalizada na próxima gestão.

Na visão de Siemsen, muito mais do que um salto em qualidade, o Fluminense ganha agora um trunfo importante para a aquisição de atletas.

- Acredito que isso fará com que o Rio de Janeiro deixe de ser o patinho feito no futebol. Com certeza é uma estrutura de padrão mundial e que vai atrair o interesse de jogadores no futuro. E para o cara sair daqui, vai pensar duas vezes - disse.

EVOLUÇÃO DA OBRA

Junho 2015

Início das obras. Ocorre o aterramento e nivelamento de toda a área onde o CT está localizado. O processo dura cerca de seis meses.

......................

Dezembro 2015

Neste estágio, a obra estrutural tem início. O CT começa aqui a ganhar a forma com a fase de estacamento.

......................

Fevereiro 2016

Os campos e estruturas começam a ser construídos. Ritmo de trabalho acelerado.

......................

Julho 2016

Pouco mais de um ano após o início das obras, dois dos três campos que terão no local já têm a grama plantada. Estrutura de futebol e alojamento em fase final de acabamento.

COM A PALAVRA

Peter Siemsen

É uma mudança muito grande de patamar para o clube. O Fluminense está se estruturando dentro do que exige o futebol global hoje. Estamos diante de um dos centros de treinamento mais modernos do Brasil e em um nível mundial.

Acredito que o CT vai ser um trunfo para o clube no momento de atrair profissionais. Minha gestão foi feita em cima de deixar coisas para o futuro aqui no Fluminense.

Se não existisse o Pedro (Antônio Ribeiro da Silva, vice de projetos especiais) dificilmente conseguiríamos construir o local em um curto espaço de tempo. Não é fácil construir o centro de treinamento. E ele pegou o projeto literalmente no colo e nos possibilitou estar em um estágio bem avançado após pouco mais de um ano do início das obras. É um orgulho para nós.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos