Suspensão acaba no sábado, mas Alecsandro não deve pegar o Inter

Os 30 dias de suspensão preventiva recebidos por Alecsandro acabam no sábado, e por isso o Palmeiras considera que o atacante, a princípio, está liberado para enfrentar o Inter, domingo. Mas isto provavelmente não acontecerá. À espera do julgamento no TJD-SP após ser pego no exame antidoping, o camisa 29 deve receber outra pena preventiva até que seu caso seja julgado, provavelmente nas próximas duas semanas.

O tribunal pode em casos de doping aplicar uma suspensão de 30 dias e depois dar outros 30 até que o julgamento seja feito, de acordo com o presidente da comissão de controle de doping, Fernando Solera. Caso o TJD de fato puna Alecgol outra vez, a suspensão valerá até a avaliação do caso, que deve acontecer no TJD-SP, dia 25, segunda-feira.

A defesa do jogador foi entregue aos responsáveis pelo caso na última semana. O camisa 29 foi pego com a substância O-Dephenylandarine no organismo, considerada anabolizante e vetada pelo controle antidoping. Na pior das hipóteses, o atacante pode ficar quatro anos suspenso, mas a pena não deve ser tão severa.

Alecsandro já perdeu sete partidas desde que a contraprova de seu exame deu positiva para doping. Aos 35 anos, o centroavante tem dez gols nos 27 jogos que fez nesta temporada. Ele ainda é o vice-artilheiro do time em 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos