Barça tenta 'resgatar' jogadores e ex-atletas que estão na Turquia

O diretor esportivo do Barcelona, Albert Soler, e o diretor de comunicação do clube, Albert Roura, estão trabalhando para trazer de volta para a Espanha jogadores e ex-jogadores que estão na Turquia. Nesta sexta-feira, o país sofreu um golpe de estado, e o clima é de tensão nas ruas.

O Barcelona está em contato com o secretário de Esportes da Espanha, Miguel Cardenal, e com o Ministério das Relações Exteriores para "resgatar" os jogadores.

Segundo o jornal "Mundo Deportivo", os ex-barcelonistas Puyol, Deco, Eto'o e Abidal se encontram na Turquia para participar de um evento recreativo em Antalya. O meia turco Arda Turán, contratado junto ao Atlético de Madrid no ano passado, também está no próprio país.

O argentino Messi tinha a intenção de participar do encontro, mas ficará em Ibiza. O atacante Neymar e o meia Iniesta já cancelaram a viagem.

Xavi, Fabio Capello, Maradona, José Mourinho, Aubameyang, Benzema, Drogba, Demba Ba, Geremi, Hazard, Kanu, Kolo Touré, Lass Diarra, Saha, Desailly, Essien e Okocha também estão confirmados no encontro, porém, ainda não se sabe se viajaram para a Turquia.

No momento, o espaço aéreo do país está fechado, já que os militares tomaram conta do aeroporto de aeropuerto de Ataturk e Istambul.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos