Cuca quer dois reforços, mas esbarra em fase "pés no chão" do Palmeiras

  • Cesar Greco/Fotoarena

Restam quatro dias para o fechamento da janela de transferências do exterior, e Cuca quer mais dois reforços no Palmeiras: um atacante com características como as de Gabriel Jesus e um meia. Só que o desejo do técnico esbarra na atual postura do clube.

Como já repetiram Paulo Nobre e Alexandre Mattos, o clube está sempre atento a "oportunidades de negócio". Mas a ideia, agora, não é gastar muito em reforços. Por isso, negociações com nomes que agradam ao técnico, como o atacante Nico López, que enfrentou o Palmeiras pelo Nacional (URU), e Alejandro Guerra, meia do Atlético Nacional (COL), não tiveram avanço.

No caso do atacante uruguaio de 22 anos, que tem estilo próximo ao do camisa 33, o Palmeiras soube que precisaria gastar, pelo menos, 8 milhões de euros (R$ 28,9 milhões) e recuou. Guerra, por sua vez, custaria quase R$ 10 milhões, quantia considerada elevada, especialmente porque o meia venezuelano tem 30 anos.

A menos que o treinador consiga convencer Paulo Nobre e Alexandre Mattos, o clube só irá reforçar o elenco com jogadores que estejam livres ou que não sejam tão caros.

Para o Brasileiro, o Palmeiras contratou o zagueiro Yerry Mina por R$ 12 milhões e o atacante Róger Guedes por R$ 2,5 milhões - o clube já deixou pré-acordada a compra de outra parte dos direitos do camisa 23 por R$ 5 milhões após o Brasileiro.

Nos dois casos o dinheiro veio de Paulo Nobre. Embora o balanço do clube apresente um superávit no ano de quase R$ 25 milhões, não haveria condições de investir nestes reforços, pois o fluxo de caixa está prejudicado. O Palmeiras é o dono dos direitos dos atletas, mas o atual presidente será ressarcido em futuras vendas - o lucro fica com o Palmeiras.

Jesus é o artilheiro do Brasileiro com dez gols, e Cuca já disse que não tem outro atacante no elenco com as características dele.

O técnico prefere jogar com um centroavante rápido, que saiba se movimentar, como o camisa 33. No meio-campo, apenas Cleiton Xavier é armador de fato.

O tempo é curto, mas o treinador quer muitos reforços. Ele conseguirá convencer o clube a gastar?

CARACTERÍSTICAS DOS POSSÍVEIS SUBSTITUTOS DE JESUS:

Barrios: Joga fixo na área, mas Cuca, com quem teve rusgas públicas, prefere mais movimentação. Vai bem como pivô.

Leandro Pereira: Também sabe jogar como referência, mas ganhou Cuca por se movimentar mais pelos lados do que Barrios. Ainda assim, não coloca a mesma velocidade de Gabriel Jesus.

Rafael Marques: Tem estilo de jogo parecido com o de Leandro, mas vem jogando aberto, quando entra. Não tem sido usado nos últimos jogos, só que Cuca diz tê-lo nos planos.

Erik: É visto por Cuca como um possível substituto de Gabriel na Olimpíada, mas ainda não se firmou. Contra o Santos, jogou aberto e não teve boa atuação.

Alecsandro: É um centroavante que sabe recuar para ajudar na criação, mas foi suspenso após ser pego no doping. Não tem prazo para ficar à disposição de novo.

Outras funções: Róger Guedes, Dudu e Luan, os outros atacantes, jogam pelo lado ou até no meio (Dudu). Estes a princípio não são opções para o lugar de Gabriel Jesus.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos