Cuca diz que Erik foi titular por opção técnica e vibra com fim do tabu

A escalação de Erik na vaga de Dudu não foi motivada por uma defasagem física do camisa 7, que já havia sido poupado dos jogos contra Coritiba e Sport neste Campeonato Brasileiro devido ao desgaste muscular. Dessa vez, a troca foi por opção de Cuca. E deu certo, visto que o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Internacional foi marcado justamente por Erik.

- Quando optei pelo Erik, foi buscando o melhor para o Palmeiras. Se as coisas não dão certo, eu ia ter que responder de outra forma. Vocês iam me perguntar: "Por que tirou o Dudu?". A gente entendia que a velocidade do Erik era importantíssima para nós hoje, junto com o Guedes e o Jesus. Usamos essa estratégia, deu certo, e usamos o Dudu no decorrer do jogo, como o Rafael Marques. Trata-se de escolher para um jogo um determinado jogador. No domingo que vem podemos usar o Dudu desde o começo. Ele tem a nossa confiança - disse o treinador, em sua coletiva.

Dudu demorou para recuperar a plenitude da forma após lesionar a coxa direita durante o Paulistão e atuar duas vezes no sacrifício. Hoje, porém, a comissão técnica do clube já o considera 100% fisicamente.

Cuca também foi questionado sobre o fim do tabu de quase 19 anos que assombrava o clube no Beira-Rio: eram 11 derrotas e três empates nos últimos 14 jogos no estádio do Internacional. O comandante considerou a atuação do Palmeiras "quase perfeita" em Porto Alegre.

- Esse tipo de jogo te dá confiança, porque você não ganhou um jogo qualquer. Nós ganhamos com mérito, então essa vitória nos dá uma confiança grande. Agora é lamentar a perda desses dois jogadores para a Olimpíada e ver como vai ficar sem eles - declarou, lembrando que Fernando Prass e Gabriel Jesus irão para a Olimpíada e podem perder até seis rodadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos