Maicon volta por redenção no São Paulo em primeiro Majestoso

  • Miguel Schincariol/AFP Photo

    Maicon está de volta ao São Paulo após expulsão contra o Atlético Nacional

    Maicon está de volta ao São Paulo após expulsão contra o Atlético Nacional

Os clássicos costumam marcar a passagem de jogadores pelos clubes. E em momentos instáveis, como o vivido agora pelo São Paulo, erros e acertos tornam-se ainda mais evidentes. Assim, sob risco, o zagueiro e capitão Maicon volta a atuar com o time titular neste domingo, às 16h, em seu primeiro clássico contra o Corinthians pelo Tricolor. Na Arena em Itaquera, não haverá margem para erros.

- Não digo ansioso, mas estou muito motivado. Todo jogador gosta de jogos assim, e comigo não é diferente. Teremos pela frente um dos maiores rivais do São Paulo, e isso me deixa motivado para encarar o Corinthians e buscar um resultado positivo. Gosto de jogos assim e estou preparado para tentar ajudar os meus companheiros - ressaltou o defensor, que cumpriu suspensão na eliminação da equipe na semifinal da Copa Libertadores da América.

A expulsão no primeiro jogo contra o Atlético Nacional (COL) deixou o zagueiro abalado. Mesmo com as reclamações contra a arbitragem, Maicon pediu desculpas à torcida. E nada melhor do que um duelo que anda atravessado para os são-paulinos para essa redenção. No primeiro clássico sob o novo contrato de quatro anos, o camisa 27 pode ser o protagonista do São Paulo, que agora parte para mais uma reconstrução em tão pouco tempo com as saídas de Paulo Henrique Ganso, Jonathan Calleri e, por último, Alan Kardec.

- Vai ser um jogo difícil. Todo clássico é diferente, ainda mais fora de casa, mas temos que jogar de forma compacta e dinâmica para vencer. Só um resultado positivo interessa, porque queremos reagir na temporada e colar novamente nas primeiras colocações. Não vamos deixar a eliminação na Libertadores desanimar a nossa equipe - avisou.

Será a quarta visita do São Paulo à Arena em Itaquera. Foram três derrotas até aqui: 3 a 2 no Brasileirão de 2014, 2 a 0 na Libertadores e o vexatório 6 a 1 no Brasileirão, ambos em 2015. E dos rivais paulistas, somente o Tricolor ainda não conseguiu triunfar na casa alvinegra, inaugurada em 2014 para a Copa do Mundo disputada no Brasil.

Para inspirar Maicon a ajudar os são-paulinos a conquistar o feito inédito em Itaquera, basta retomar o início da carreira do zagueiro. No Cruzeiro, por exemplo, estreou em clássico com o Atlético-MG na final do Estadual, quando saiu vitorioso da partida, mas não com o título. Mais recentemente, em triunfo por 1 a 0 sobre o Palmeiras no Morumbi, o beque deu show. Hoje, Maicon fará de tudo para brilhar de novo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos