Após conversa, técnico da Seleção diz: 'Quero ser dependente do Neymar'

Apesar da saída do técnico Dunga, Neymar segue não só com a camisa 10 da Seleção, mas também com moral com o técnico da equipe. Rogério Micale, comandante do time que disputará a Olimpíada no mês que vem, fez diversos elogios ao atacante e avisou: quer ser dependente do craque.

O treinador destacou as características raras do jogador do Barcelona e explicou a sua frase de impacto:

- Quero ser dependente do Neymar. Que treinador do mundo não quer ter o Neymar no seu time e, estando bem, fazer o que ele faz com excelência, desequilibrar um jogo de futebol? Mas quero ele feliz para jogar. Existe um contexto de equipe para criar. Vamos criar um fator coletivo, mas sem a individualidade ele não existe. Quanto mais individualidade tivermos, mais importância o coletivo vai ter. O Neymar merece respeito, desequilibra, e quero ele feliz na Seleção. Quanto mais eu puder contar com isso, vou fazer. Assim como quero com o Jesus, o Luan, o Gabriel. O Neymar está entre os três melhores do mundo, então quero ele feliz e podendo desempenhar o melhor dele. Sei que ele tem condição de dar a resposta que quero, desequilibrar o jogo em um momento de dificuldade... Como não vou querer isso do meu lado?

Questionado sobre como chegar a esse objetivo, de deixar Neymar feliz, Micale explicou que pretende manter um canal aberto de comunicação com o camisa 10 e outros jogadores do elenco:

- Primeiro que o que traz felicidade a qualquer pessoa, em qualquer área ou setor, é ter um bom ambiente de trabalho. É ter prazer de estar com as pessoas ao seu redor. O segundo passo é a troca de ideias. Aqui não tem o Rogério atrás de um objetivo e o Neymar atrás de outro. No que a gente puder trocar ideias, por que não fazer? Tem essa questão de hierarquia, desde que tenha um objetivo comum, por que não conversar para minimizar os erros? Isso não só com o Neymar, mas com todos os atletas. Temos que ter essa abertura e tentar potencializar, optimizar tudo que pudermos - argumentou.

Micale e Neymar nunca haviam trabalhado juntos até então. O treinador da Seleção conheceu o craque na última segunda-feira, quando os jogadores se apresentaram na Granja Comary, em Teresópolis. A impressão, segundo ele, foi ótima!

- Tivemos um bate-papo excelente. Eu já tinha uma expectativa, mas foi melhor ainda. Ele está extremamente motivado, tem ciência do que essa competição representa, quer ajudar da melhor forma possível, se colocou à disposição para qualquer situação... Demonstrou o grande jogador que é, o que representa não só para o Brasil, como para o mundo. O que pudermos fazer para ele se sentir bem, vamos fazer. E também vamos ter a contribuição dele, pois ele está feliz de estar aqui. O Neymar estando bem, nos estaremos bem. O Neymar representa o que hoje há de melhor no futebol brasileiro no mundo. Queremos ele feliz, assim nos dará um retorno formidável - declarou Micale.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos