Acusou o golpe: Tevez pede licença de treinos após queda na Libertadores

Uma semana depois de ser eliminado com o Boca Juniors nas semifinais da Libertadores, Carlitos Tevez acusou o golpe. Nesta quarta-feira, o atacante pediu dispensa dos treinos da equipe para se recuperar emocionalmente.

De acordo com informações do jornal argentino "Olé", o atacante, caso tenha a aceitação do presidente Daniel Angelici, ficará três dias sem participar das atividades da equipe treinada por Guillermo Schelotto, que aceitou a licença e disse que confia na permanência do astro.

- Ele sentiu o baque como todos os outros. Não esperávamos perder. Carlos está ferido e dolorido. Falamos sobre o futuro, e ele vai ficar no Boca. Vai jogar aqui e tem que colocar o foco para começar bem o próximo semestre. Não tenho dúvida de que vai continuar (no clube) - disse Schelotto.

O Boca foi eliminado da Libertadores após ser derrotado para o Independiente Del Valle nos dois jogos da semifinais. Na decisão, o clube equatoriano encara o Atlético Nacional - o jogo de ida será realizado nesta quarta, às 21h45 (de Brasília), no Equador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos