Atacante alemão deixa o Besiktas devido à crise política na Turquia

O atacante Mario Gomez anunciou nesta quarta-feira que está deixando o Besiktas. Campeão turco na temporada passada, ele decidiu deixar o clube após a tensa situação política vivida pelo país, com atentado terrorista no aeroporto de Istambul e tentativa de golpe militar, que deixaram mais de uma centena de mortos.

- Foi uma decisão difícil, sobre a qual precisei refletir muito. Mas tenho que dizer a vocês, torcedores do Besiktas, que fico muito triste de não mais poder jogar por esse clube na frente de vocês, neste estádio único. A razão para isso é puramente política - escreveu o atacante em seu Facebook.

Mario Gomez chegou ao Besiktas no início da última temporada após deixar a Fiorentina. Em apenas um ano, conquistou o título turco e ainda foi artilheiro do torneio, com 25 gols.

- Não há nenhum tipo de razão esportiva que possa ter me levado à decisão. Tudo se deve aos terríveis eventos que ocorreram nos últimos dias. Espero que vocês possam entender isso. Espero que esses problemas políticos possam ser solucionados de maneira pacífica e em breve. Então, eu adoraria voltar a jogar pelo Besiktas. O clube e o país me conquistaram neste último ano. Espero encontrá-los em breve novamente.

O atacante teve boas passagens por Bayern de Munique e Stuttgart. Ele esteve com a seleção alemã durante a Eurocopa. No torneio, disputou quatro das seis partidas da equipe germânica, marcando dois gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos