Presidente do Napoli recusou oferta de R$ 216 milhões por Higuaín

O Napoli segue irredutível para negociar Gonzalo Higuaín. O presidente do clube italiano, Aurelio De Laurentiis, revelou nesta quarta-feira que rejeitou uma oferta de 60 milhões de euros (R$ 216,7 milhões) pelo atacante, além de dois ou três jogadores incluídos na negociação.

O mandatário do Napoli afirmou, em entrevista coletiva, que foi a única proposta que recebeu pelo argentino.

- Recebi do presidente do Atlétido de Madrid há um mês e disse que não poderia aceitar. Me ofereceu 60 milhões de euros, mais dois ou três jogadores e eu disse que não - disse.

De acordo com o presidente, Higuaín só deixa o Napoli se algum clube pagar a multa rescisória, estipulada em 94,7 milhões de euros (R$ 342 milhões). Ele ainda lembrou que seria difícil o argentino ir para a Juventus, como vem noticiando a imprensa italiana.

- Seria um paradoxo, pois Juventus e Napoli são como cão e gato - afirmou De Laurentiis.

Higuaín foi artilheiro do último Campeonato Italiano, com 36 gols. O atacante também esteve com a seleção argentina na Copa América Centenário. Mas não conseguiu ajudar os hermanos a levar o título, perdendo nos pênaltis pela segunda vez segunda para o Chile.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos