Torcedores de São Paulo e Ponte brigam e deixam um espancado

Em quatro dias, torcedores organizados do São Paulo se envolveram em duas brigas com facções adversárias. No domingo, os tricolores entraram em confronto com grupo ligado ao Corinthians na cidade de Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo, horas antes do clássico em Itaquera. Já na última terça-feira, o conflito foi com uma organizada da Ponte Preta.

A briga aconteceu em frente à Prefeitura de Campinas, depois dos clubes se enfrentarem pelo Campeonato Brasileiro Sub-20 no Moisés Lucarelli. Segundo informações da EPTV, afiliada da Rede Globo em Campinas, 50 torcedores participaram da confusão, que terminou com um garoto de 18 anos, pontepretano, espancado.

O jovem é Luís Felipe de Guimarães, que acabou encurralado por são-paulinos e sofreu um corte na cabeça e uma fratura no braço esquerdo. A vítima foi levada ao Hospital Municipal Ouro Verde em estado grave, mas já recebeu alta na manhã desta quarta-feira. Um outro ferido, com problemas mais leves, foi atendido apenas em um pronto-socorro.

Os primeiros registros de confusão aconteceram no Moisés Lucarelli, quando policiais usaram bombas de efeito moral para dispersar são-paulinos que forçavam a entrada no estádio. Em campo, a partida terminou empatada em 2 a 2 e os dois times dependem de combinações de resultados para conseguir avançar à semifinal do Brasileirão Sub-20.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos