Comitê Olímpico dos EUA quer deixar legado em instalações do Fla e do Rio

Os atletas do Comitê Olímpico dos Estados Unidos utilizarão três espaços para treinos durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016. São elas o Clube de Regatas do Flamengo, a Escola Naval e o Espaço Lonier. As três instalações atuarão como Centros de Treinamento de Alta Performance e foram reformadas para o megaevento. Os ambientes têm o objetivo de possibilitar que a rotina dos atletas seja semelhante ao regime de treinamento que eles praticam em seu país.

- Além do foco nos jogos, o USOC esforça-se para deixar um impacto positivo em países que sediam os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Espero que todas as melhorias que estes quatro instalações de Rio de Janeiro façam um pequeno impacto entre as grandes transformações da cidade, e esperamos que eles serão usados por atuais e futuros atletas brasileiros como eles treinam para muitos anos vindouros - disse Patrick Sandusky, chefe oficial de assuntos externos do Comitê.

A sede do Flamengo, na Gávea, receberá equipes de badminton, basquete, ginástica, judô, pentatlo moderno, remo, rugby, futebol, natação (mar aberto), halterofilismo, tênis de mesa, triatlo e vôlei de praia.

O clube teve como ganhos da parceria com os americanos a renovação de dois ginásios, de dois dojôs de judô e da área da ginástica, instalação de novos equipamentos de força e condicionamento, e de equipamentos e suprimentos para recuperação dos atletas. Foi feita ainda a reforma de seis escritórios, onde funcionará durante a Rio-2016 uma loja com produtos licenciados do Comitê Olímpico dos Estados Unidos e marcas parceiras, como Ralph Lauren, Nike, Oakley e Swatch.

Já a Escola Naval servirá para os treinamentos de vela, atletismo, vôlei e polo aquático, além da equipe paralímpica de atletismo. A pista de corrida ganhou novo revestimento, o mesmo usado no Estádio Olímpico. Houve aquisição de equipamentos de condicionamento físico e fortalecimento, reforma do espaço para treinos e reforma completa no ginásio, na piscina e em uma das cozinhas.

O Espaço Lonier, que receberá atividades de tiro com arco, esgrima, taekwondo e wrestling (luta olímpica), terá local de hospedagem para treinadores, auxiliares e equipes de apoio da delegação. Os alojamentos foram transformados em quartos e lounges. Foi feita a modernização dos sistemas elétrico e de encanamento, assim como equipamento de cozinha.

- Estes projetos são nossa maneira de mostrar o Brasil quanto grata e animada equipe EUA são experimentar esta cultura vibrante e hospitalidade durante os jogos - avaliou Sandusky.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos