Renato cita amizade com Diego e não descarta empate do Santos na Bahia

Dos 11 titulares do time do Santos campeão brasileiro em 2002, apenas três atuavam no futebol brasileiro até o início da semana: Elano, Renato e Robinho. Com a chegada de Diego ao Flamengo, o trio agora tornou-se quarteto.

Companheiros naquela ocasião, Renato e Diego podem se enfrentar ainda neste primeiro turno do Braisleirão, quando Santos e Flamengo se enfrentam em Cuiabá. O atual camisa 8 santista desejou boas-vindas ao ex-colega, mas avisou que amizade não existe dentro de campo.

- Vou dar os parabéns ao Diego pela volta ao Brasil. Vamos nos cumprimentar. Depois, cada um defende o seu. Amizade fica para depois. Joguei contra ele na Espanha, é um grande jogador. Se deixar ele pensar, vai trazer perigo para nós - disse.

Sobre a partida do Peixe deste domingo, contra o Vitória, fora de casa, pelo Brasileirão, o experiente volante destacou que o principal objetivo santista é pontuar. Segundo ele, foi a regularidade que faltou em 2015 para o clube ir à Libertadores.

- O campeonato se resume a regularidade. Se tivéssemos empatado mais alguns jogos no ano passado, poderíamos ter ido à Libertadores. Vamos no intuito de tentar vencer o Vitória. Eles não perdem há muitos jogos. Na reta final de primeiro turno as equipes querem somar pontos em casa, mas a gente vai procurar exercer nossa filosofia fora de casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos