Dorival volta ao 'palco de glórias' e se inspira para novas conquistas

  • Divulgação/Santos FC

Neymar, Robinho, Ganso e André no passado. Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Vitor Bueno e Copete no presente. O técnico Dorival Júnior já teve a oportunidade de dirigir esses dois quartetos em sua trajetória no Santos, mas foi com o primeiro deles que conquistou seu principal título pelo Peixe.

Em 2010, comandando o melhor Santos dos últimos tempos, Dorival levou o clube ao título da Copa do Brasil. Na ocasião, o Alvinegro levantou a taça no Barradão, onde derrotou o Vitória na decisão.

Depois de rodar por outros clubes como Palmeiras, Internacional, Flamengo, Fluminense, Vasco e Atlético-MG, o destino levou Dorival Júnior de volta à Vila Belmiro.

Neste domingo, às 18h30, pela 16 rodada do Brasileirão, a tabela do torneio leva o comandante de volta ao encontro do estádio e do rival que deram a ele sua principal glória sob o comando do Alvinegro.

Sem mais contar com o primeiro quarteto e agora em jogo que não garante taça ao Memorial das Conquistas, Dorival tem em Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Vitor Bueno e Copete a esperança de vencer o Vitória e seguir na caça ao Palmeiras, que está seis pontos à frente.

Em entrevista exclusiva ao LANCE!, Dorival reconhece as boas lembranças que o Barradão traz aos santistas e a si próprio, mas alerta para "momento diferente" das equipes.

"Lembrança positiva. Até porque foi o estádio que coroou um belo trabalho naquela época e fez com que saíssemos de lá com aquele sentimento de dever cumprido em relação a toda campanha que vinha sendo realizada. Fico feliz de ter uma nova oportunidade. Hoje é outra situação, completamente diferente, porém com os mesmos objetivos daquele momento", disse.

E se estamos relembrando passado... Em 2015, o Peixe bateu na trave por uma vaga do G4 justamente por pecar em jogos fora de casa. Agora, o treinador também frisa o "novo momento" e vê sua equipe mais madura e regular.

"Acho que tem se mostrado assim (mais maduro). Espero que continue esse momento que vem vivendo, para que possamos ter possibilidades maiores de alcançarmos uma conquista", projetou ele.

Confira um bate-bola exclusivo com Dorival Júnior:

Empate fora de casa pode ser considerado bom resultado?

Todos nós entramos em campo buscando vitórias. Empate é uma consequência. Mas nós vamos buscar o resultado a todo momento, mesmo tendo respeito grande pelo Vitória e reconhecendo ser um grande adversário. Acho que você estará em campo sempre com objetivo de alcançar o melhor resultado possível.

Qual a principal mudança do time do ano passado para o atual?

Acho que o amadurecimento do próprio grupo, um foco bem maior do que vinha acontecendo. Eu espero que tenhamos uma regularidade em busca ainda de melhores resultados que nos coloquem em condições de estarmos sempre brigando pelas melhores posições do campeonato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos