Chefe de missão australiana fala em evolução e mantém previsão de entrar na Vila nesta quarta

- As coisas estão evoluindo.

É com essa curta frase que a chefe de Missão da Austrália Kitty Chiller comentou a situação do prédio australiano na Vila Olímpica dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira. Após a delegação do país não entrar no local no dia anterior por conta de problemas com vazamento nos encanamentos e entupimentos, fiação elétrica e gás, a expectativa segue a mesma: que os atletas possam ocupar seus apartamentos a partir desta quarta-feira.

Acompanhada por outros membros da delegação de seu país, a dirigente fez um breve passeio pela Zona Internacional da Vila na manhã desta segunda-feira. Ela ainda afirmou que tem recebido todo o auxílio do Comitê Rio-2016 e se mostrou mais otimista em relação à solução dos percalços.

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio disponibilizou uma força-tarefa de cerca de 600 trabalhadores para arrumar todos os problemas encontrados nos prédios. Os trabalhadores foram chamados pela própria organização, prefeitura e outros entes públicos.

Nesta segunda-feira mais atletas têm chegado na Vila. A fachada dos prédios tem recebido cada vez mais novas decorações, como bandeiras e nome dos países.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos