Em rádio argentina, Bauza põe Pratto e Barrios na mira do São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

Como tem sido costume nos últimos dias, Edgardo Bauza concedeu entrevista a uma rádio argentina nesta segunda-feira e tornou público dois alvos do São Paulo para reforçar o ataque. À Rádio Cooperativa, Patón disse que o Tricolor tenta repor a saída de Jonathan Calleri com dois outros estrangeiros que atuam no Brasil: Lucas Pratto, do Atlético-MG, ou Lucas Barrios, do Palmeiras.

"Venderam os goleadores que eu tinha, um deles era Calleri. Se não trouxerem substitutos, estaremos em situação complicada. Estamos vendo se podemos contratar Pratto ou Barrios ", revelou o treinador.

Nenhum dos dois centroavantes fez sete jogos no Campeonato Brasileiro e não têm sido titulares em suas equipes. No Palmeiras, Cuca não esconde que Barrios não preenche as características que considera ideais para um atacante, sobretudo por não ter tanta velocidade. O jogador tem contrato até 2018 e todos os custos bancados pela Crefisa - o valor total do vínculo com o Verdão é de R$ 40 milhões, com pagamento mensal de R$ 1 milhão da patrocinadora.

Já Pratto perdeu o início do Brasileirão devido a lesão muscular e viu o Galo tirar Fred do Fluminense para disputar posição no ataque. O técnico Marcelo Oliveira até tem tentado usar o argentino mais recuado, mas os testes não foram tão animadores. O Chonqing Lifan (CHN), que acabou comprando Alan Kardec do São Paulo, tentou levar Pratto há duas semanas.

Seleção Argentina

Sobre as chances de ser escolhido pela AFA para substituir Tata Martino na seleção argentina, Bauza voltou a mostrar animação e, ao mesmo tempo, cautela. Patón concorria inicialmente com Miguel Ángel Russo, mas outros técnicos de mais peso serão ouvidos pela entidade, como Diego Simeone, Jorge Sampaoli e Marcelo Bielsa.

"A seleção número um do ranking da Fifa está sem técnico e logo as Eliminatórias voltarão. É um tema urgente. Quem for escolhido precisará definir rápido. Falaram comigo por quase duas horas, para mostrar a situação da seleção e da AFA, principalmente. Outros técnicos serão ouvidos. Me sinto em um grande momento, tranquilo e experiente o suficiente para encará-lo", ponderou o treinador são-paulino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos