Na China, Mano teve rendimento pior que o de Paulo Bento no Cruzeiro

O nome de Mano Menezes é o mais cotado para assumir o comando do Cruzeiro para a sequência da temporada. E caso o acerto entre as partes aconteça, Mano terá a missão de se recuperar de um trabalho ruim à frente do Shandong Luneng, da China, seu último clube. Seu desempenho foi inferior ao de Paulo Bento, demitido pela Raposa nesta segunda-feira.

O aproveitamento de Mano Menezes à frente do Shandong foi de 33,3%, com sete vitórias, sete empates e sete derrotas em 21 jogos. Já Paulo Bento deixou o Cruzeiro após seis vitórias, três empates e oito derrotas ao longo de 17 partidas, o que lhe garantiu um aproveitamento de 41,1%.

O nome de Mano Menezes, no entanto, tem força pelo último trabalho realizado no Brasil, justamente no Cruzeiro. Em 2015, o treinador chegou ao Cruzeiro para assumir o trabalho deixado por Vanderlei Luxemburgo. O ano terminou com a Raposa, que estava na parte de baixo da tabela, flertando com uma vaga na Libertadores. Foram oito vitórias, seis empates e duas derrotas em sua passagem pelo clube. O aproveitamento foi de 62,5%.

O Cruzeiro confirma que já abriu negociações para ter Mano Menezes e os tratos já estão adiantados. O time azul, inclusive, confia no acerto e não trabalha com plano B.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos