'Vila Olímpica é um caos: foi aberta sem estar pronta'

"A Vila Olímpica do Rio foi inaugurada e em poucas horas foram observados problemas generalizados. A delegação italiana precisou contratar por conta própria operários para completar a a construção nos alojamentos que usará. Outros países, com o Austrália, se recusaram a entrar na Vila enquanto as obras não focassem concluídas.

Há apartamentos do nosso edifício, o de número 20, que tem eletricistas, encanadores e pedreiros contratados com urgência pelo Coni no local para assegurar que as condições de alojamento dos atletas italianos será feita o mais rapidamente possível - disse o chefe da missão italiana nos Jogos, Carlo Mornati, para em seguida pedir paciência aos seus atletas:

- Enfrentamos situações de emergência e imprevisíveis. Peço aos nossos atletas a máxima cooperação e compreensão, rendo em vista que nossos alojamentos não estão concluídos.

Outras delegações tiveram problemas, como os britânicos e a Nova Zelândia. Porém, a mais irritada foi a da Austrália, que protestou em nota alegando que chuveiros e vasos sanitários em vários banheiros não funcionava e que a Vila era inabitável, com tantas "condições ruins do ponto de vista hidráulico, de gás e energia elétrica".

O "Corriere dello Sport" é um dos parceiros do Pool do LANCE!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos