Favorito, Atlético Nacional conta com fator casa para bater Del Valle

  • AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA

    Berrío foi o autor do gol do Atlético Nacional no empate por 1 a 1 com I. del Valle no jogo de ida

    Berrío foi o autor do gol do Atlético Nacional no empate por 1 a 1 com I. del Valle no jogo de ida

Na primeira final da Libertadores sem brasileiros e argentinos desde 1991, o Atlético Nacional terá o apoio de sua fanática torcida para enfrentar o Independiente Del Valle, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Atanasio Girardot, em Medellín. Na partida de ida, 1 a 1, no Equador. Vale destacar que não há critério de gol fora de casa. Em caso de empate, prorrogação e depois pênaltis.

Favorito por ter feito a melhor campanha da fase de grupos, o Atlético Nacional chega para a derradeira partida com uma dúvida. Com a suspensão de Pérez, o técnico Reinaldo Rueda deve escalar Guerra como titular, mas Arias corre por fora.

Os cerca de 40 mil torcedores que vão lotar o Atanasio Girardot, em Medellín, esperam uma boa atuação da dupla de ataque. Marlos Moreno é um dos grandes nomes desta Libertadores e já despertou interesse do Manchester City. A imprensa europeia já crava o acerto com o time inglês. Com ele, o técnico Reinaldo Rueda vai escalar o Miguel Borja, que chegou recentemente ao clube, mas já conquistou a idolatria da torcida ao marcar os quatro gols em duas partidas que eliminaram o São Paulo na semifinal.

- Estamos perto de entrar para a história do clube para sempre - disse o atacante Borja.

Do outro lado, estará o Independiente Del Valle, considerado uma surpresa. Isso porque, pelo caminho, eliminou times tradicionais como Colo Colo, do Chile, além dos argentinos River Plate e Boca Juniors. O zagueiro Mina, do Del Valle, que vem despertando atenção de vários clubes, mostrou confiança no título.

- Os favoritos sempre foram os outros. No fim, acabamos derrotando adversários muito grandes - disse o zagueiro, à imprensa equatoriana.

Na partida de ida, o Del Valle conseguiu ter forças para buscar o empate, após Berrío abrir o placar para o Atlético Nacional. O gol de Mina, aos 42 do segundo tempo, garante uma sobrevida aos equatorianos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos