Para surpreender o líder! Variações táticas se tornam trunfo no Botafogo

  • Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Sem mistério. Ricardo Gomes deve repetir o esquema com a trinca de volantes - Airton, Lindoso e Bruno Silva - no jogo deste domingo, contra o Palmeiras, atual líder do Campeonato Brasileiro. Mas engana-se quem pensa que o técnico não está propenso a mudanças. Nos últimos jogos, tem sido comum a saída de um desses três jogadores para a entrada de um meia, como Salgueiro.

Do losango no 4-1-2-1-2 para o 4-2-3-1, com o atacante recuando por um dos lados. Assim, por exemplo, o Botafogo pressionou e conseguiu seu gol contra o Bragantino. Ou até mesmo o exemplo do jogo contra o Flamengo, onde Neilton e Salgueiro, que entraram na trinca do meio, junto com Camilo, foram fundamentais para o empate heroico, na estreia da Arena Botafogo.

As variações táticas no decorrer dos jogos tem se tornado um trunfo. E isso só foi possível graças a chegada de opções dentro do Botafogo:

- Na minha cabeça, deve repetir o time. Mas agora tenho mais opções do que eu tinha no início do campeonato. Quero repetir o time, mas as opções são boas para mudar o jogo - disse o comandante, após o treino de sexta-feira.

32 pontos e dez vitórias em 16 jogos. Para sair da zona de rebaixamento nesta rodada, o Alvinegro precisará vencer o líder absoluto da competição. Missão nada fácil, ainda mais se tratando de um Botafogo e Palmeiras, que, segundo o próprio Ricardo Gomes, trata-se de um grande confronto, com rivalidade:

- Acho que tem uma camisa. É bom esse tipo de jogo. Gosto mais. Apesar da diferença de investimento dos dois clubes, tem a camisa, e a rivalidade entre os dois clubes. Um grande clássico. Eu gosto - avaliou o técnico, que não deu bola para o possível incentivo a mais que o time teria em vencer o líder:

- Incentivo não é. Mas também não é peso. Temos que aproveitar um grande clássico. Apesar da diferença de pontuação, melhor coisa para o jogador é um grande jogo - enalteceu o comandante do Botafogo.

Esquema mais protegido, que dá liberdade quase que completa para Camilo se movimentar. Ou até mesmo a divisão de protagonismo do meio, com Salgueiro se juntando e fechando a linha de três. Com variações táticas, a intenção do Botafogo é em fazer valer o mando de campo e derrotar o líder em casa.

Provável esquema (4-1-2-1-2):

Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca (Carli), Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Canales.

Variação no segundo tempo (4-2-3-1):

Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca (Carli), Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo Lindoso, Salgueiro, Camilo e Neilton; Canales.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos