Milton Mendes lamenta erros do Santa que custaram a queda no Horto

O primeiro gol sofrido pelo Santa Cruz diante do Atlético-MG, no último sábado, caiu como balde de água fria para o time pernambucano. Essa foi a análise do técnico Milton Mendes, que até aprovou o bom início de partida dos seus comandados, mas lamentou demais o vacilo de Uillian Correia que gerou o primeiro dos três gols mineiros no Horto.

- A equipe conseguiu chegar no gol adversário. Com a bola nos nossos pés, perdemos a bola e levamos o gol. Nossa estratégia era adiantar Keno e Grafite, depois do intervalo, e também Arthur. Mas depois levamos um gol em um envolvente toque de bola. Todo mundo viu a qualidade do Atlético-MG, que está crescendo. Tínhamos preparado a nossa estratégia. Se a gente não tivesse levado aquele gol, nossa estratégia podia ter dado certo - comentou.

Após inaugurar o placar, o Atlético aumentou seu ritmo e tomou conta da partida, enquanto o Santa abandonou a estratégia ofensiva e passou a se defender com maior frequência. Apesar dos quatro volantes escalados para o jogo, o treinador voltou a citar os erros em campo para explicar a derrota em Minas depois de um bom início de partida.

- O Danilo Pires tem qualidade e já jogou de meia. Jadson também tem qualidade, Uillian também. Derley também, posicionado. Dentro do nosso modelo, nossa equipe estava segura. Mas em uma transição, perdemos a bola e não podemos dar uma arma ao adversário com essa qualidade. Qualquer erro é fatal - concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos