Cueva se emociona com Morumbi lotado e promete maior calma com árbitros

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

Aos poucos, Christian Cueva vai se firmando como o novo queridinho da torcida do São Paulo. Em sua sexta partida pelo Tricolor, todas como titular, o peruano chamou a responsabilidade e marcou duas vezes para evitar derrota para a Chapecoense. Um dia após o empate pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o meia celebrou a chance de brilhar com o Morumbi lotado.

"Joguei com o Morumbi cheio já, mas pelo Toluca (MEX) na Libertadores. E foi lindo! Esse jogo agora foi um marco com nossa torcida. Fazer dois gols foi uma emoção muito grande para mim. Faço meu trabalho e a torcida está confiando, como a comissão técnica, a diretoria... Pena que não vencemos, mas acho que isso me dá alegria e motivação", destaca o camisa 13.

Cuevita estreou contra o Fluminense e encarou o América-MG com muita movimentação. Depois, foi discreto contra Ponte Preta e Grêmio, mas foi decisivo diante do Corinthians e da Chape. Nestas duas partidas, marcou três gols e se apresentou como protagonista para um time que perdeu, de uma vez, Paulo Henrique Ganso e Jonathan Calleri.

O problema é que, no mesmo período, o peruano recebeu três cartões amarelos e por isso será desfalque contra o Atlético-MG, às 19h30 (de Brasília) de quinta-feira. Cueva contestou o amarelo diante do Corinthians, quando foi punido por comemorar gol com as mãos nas orelhas, e a advertência que levou no jogo contra a Chape, quando reclamou do bandeira que impediu cobrança rápida de escanteio.

"Estou aprendendo aos poucos essas diferenças. Ontem (domingo), só achei que estavam paralisando demais o jogo, e não acho que mereci o cartão. Agora estou suspenso, vai servir como uma experiência para mim. Vou melhorar minha imagem para os árbitros", promete o meio-campista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos