Graça apenas na arquibancada. Vasco e Ceará empatam em dia de recorde

Vasco e Ceará disputaram na noite desta terça-feira, no Castelão, a última rodada do primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Todos esperavam uma boa partida de líder contra o segundo colocado da competição. Tanto que 55.445 pessoas pagaram o ingresso para a partida, marcando o recorde do Brasil em 2016 - superou o jogo do São Paulo contra a Chapecoense, que contou com 54.996 pagantes. Mas não curtiram o que viram no 0 a 0 que foi bem sem graça.

A expectativa do Vasco era a de ver juntos, pela primeira vez em campo, Nenê e Éderson. A maior estrela de São Januário ao lado do mais novo xodó do time comandado nesta terça-feira por Zinho - já que Jorginho cumpria suspensão por conta de ter sido expulso diante do Criciúma, no fim de semana passado -, prometia embalar e levar a torcida ao delírio. Mas não foi bem isso que aconteceu.

Na realidade, o que os mais de 50 mil torcedores que compareceram ao Castelão assistiram foi um Vasco recuado, com Nenê fora de ritmo em seu retorno. Éderson esperava a bola, mas a mesma não chegava. O Ceará, por sua vez, foi para cima, aproveitando a falta de desejo dos vascaínos na última rodada do turno.

O Ceará chegou com perigo aos nove minutos, quando Diogo Felipe aproveitou cruzamento de Felipe e mandou com perigo, tirando tinta da trave do gol defendido por Martin Silva. Os cearenses tiveram nova oportunidade aos 20, com Rafael Costa mandando para fora. O arqueiro uruguaio do Vasco ainda fez outra importante defesa aos 32, em novo chute de Rafael Costa.

No retorno para o segundo tempo, tanto o Vasco quanto o Ceará não mudaram muito o panorama da etapa inicial. Parecia que os jogadores das duas equipes estavam satisfeitos com o resultado, querendo que a partida acabasse o quanto antes e entrassem de folga logo - o Vasco, por exemplo, voltará a treinar na quarta-feira da semana que vem. Os goleiros Éverson e Martin Silva, ao longo da etapa final, quase não tocaram na bola. O 0 a 0 ficou de bom tamanho. Agora, a Série B para por conta do Rio 2016. E o Vasco segue líder.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 X 0 VASCO

Estádio: Castelão, em Fortaleza (CE)

Data/hora: 2/8/2016 - 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci (PR)

Auxiliares: Luiz H Souza Santos Renesto (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Renda/público: R$ 1.231.465,00/55.445 pagantes

Cartões amarelos: Richardson, William Henrique e Eduardo (CEA), Andrezinho, Jorge Henrique e Nenê, Yago Pikachu (VAS)

CEARÁ: Éverson, Eduardo, Charles (Lucas Gomes 43'/2ºT), Valdo e Thallyson; Diego Felipe, Richardson, Wescley e Felipe; William Henrique (Serginho 29'/2ºT) e Rafael Costa (Tiago Cametá 35'/2ºT). Técnico: Sérgio Soares.

VASCO: Martin Silva, Madson, Rafael Marques (Jomar 25'/2ºT), Rodrigo e Julio Cesar (Henrique 14'/2ºT); Diguinho, Yago Pikachu (Eder Luis 36'/2ºT), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Éderson. Técnico: Zinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos